Arquivo mensal: agosto 2008

Centro de Memória Digital do TJDFT

No última sexta-feira, dia 08/08/2008, foi lançado o site do Centro de Memória Digital do TJDFT. Este site é muito especial para mim, pois é a concretização do meu projeto de Mestrado. Foi um trabalho muito longo e difícil, mas também muito gratificante de fazer.

Ele conta um pouco da história da Justiça do e no Distrito Federal, e tem como principal atrativo o Programa de História Oral, que já começa com 12 entrevistas de Desembargadores que marcaram a História do TJDFT.

O Centro de Memória Digital será um espaço dinamico, onde o usuário poderá encontrar valiosas informações sobre a evolução da justiça do DF.

Gostaria que todos os amigos visitassem, e espero que gostem!!!

o endereço é www.tjdft.jus.br/cmd.html

sugestões podem ser enviadas para o e-mail: memoria@tjdft.jus.br

Anúncios

Livro: Memória de Empresa

Começo aqui com algumas referências para a T… ; )

NASSAR, Paulo (org.). Memória de Empresa: história e comunicação de mais dadas, a construir o futuro das organizações. São Paulo: Aberje, 2004.

 

Apresenta casos de sucesso de Resgate à Memória de empresas públicas e privadas, dando destaque aos Projetos de Resgate à Memória Institucional.

Os principais projetos são: BNDES, PFIZER, Fundação Belgo, Petrobras, Eletrobrás, Ultragaz e Souza Cruz.

O último artigo das autoras Beth Totini e Élida Gagete é sobre Memória Empresarial – Uma análise da sua evolução, onde as autoras destacam como as empresas encontram no estudo de sua história uma forma de compreender o presente e preparar o futuro.

Elas destacam ainda os principais produtos que podem ser gerados pelo resgate da Memória Empresarial:

  • Livro Histórico-Institucional
  • Outras Publicações institucionais, Vídeos e CD-ROM
  • Relatórios Internos/Estudos de Caso
  • Conteúdos para Internet / Intranet
  • Showroom Histórico / Museu
  • Exposições e Produtos de Suporte
  • Centros de Documentação e Memória

coisas que eu nao posso esquecer

Pré-projeto de Doutorado: O Pré-projeto não poderá trazer elementos que identifiquem sua autoria, sob pena de desclassificação. As eventuais referências a idéias e trabalhos anteriores do candidato deverão ser feitas sempre em terceira pessoa. O Pré-projeto deverá ter no mínimo 10 e no máximo 15 páginas no total, não sendo aceitos anexos ou apêndices, e deverá contemplar, necessariamente, os seguintes itens:
a) Título do Pré-projeto.
b) Resumo do que se pretende pesquisar, com no máximo 100 palavras, em um único parágrafo.
c) Abstract, em inglês, traduzindo o item anterior.
d) Problema, na forma de texto que indique a situação-problema na qual se deseja atuar, os objetivos da pesquisa (o que se pretende realizar), bem como a caracterização dos objetos envolvidos na proposta.
e) Justificativa, na forma de texto que justifique a pertinência da proposta no âmbito da Ciência da Informação, traçando um panorama de autores e conceitos que fundamentam o Pré-projeto.
f) Metodologia, na forma de texto que seja capaz de apresentar o percurso de pesquisa pretendido, contemplando: a caracterização da base empírica (universo de pesquisa); o detalhamento dos procedimento previstos, conforme o tipo de pesquisa; os instrumentos e o detalhamento da forma de coleta e sistematização dos dados; o detalhamento do modo de análise de dados pretendida.
g) Cronograma, na forma de tabela, com identificação das etapas, distribuídas ao longo de 16 trimestres.

h) Referências de autores citados, conforme as normas da ABNT, indicando apenas as obras citadas no corpo do projeto.
i) Bibliografia preliminar, conforme as normas da ABNT, apontando a literatura básica (não contemplada no item anterior) com que se pretende trabalhar ao longo da pesquisa, compatível com o problema enunciado.